sábado, 14 de abril de 2012

Falso amor.

Nação Palestrina.

Vemos com frequência, inúmeras pessoas que no intuito de homenagiar um parente, um ídolo, tatuam seu corpo, uma homenagem para toda a vida.

Claro, que também vemos tatuagens intrigantes, outras curiosas e algumas "indecentes" cada um avalia de uma maneira.

Nomes de pessoas tatuadas revelam paixão e as pessoas que as têm, em geral, já não estão fisicamente próximas daqueles que as tatuaram.

Amor é perene,  paixão nem sempre.

Escorpião, dragão são tatuagens bem comuns. Ramalhetes de flores simétricos e centralizados ao nível da lordose lombar são muitos bonitos, mas podem atrapalhar quando a pessoa necessitar receber uma anestesia na coluna.

São inúmeras homenagens, algumas estranhas, como a que acabei de citar.

 Cada um demonstra seu amor, sua paixão e ou, sua dor de varias  maneiras e que as vezes não entendemos.

Mas uma certa homenagem da para ententer perfeitamente.

O jogador santista Neymar ao tentar provar o seu amor pelo Santos colocou uma tatoo falsa em seu braço.

Não é novidade para ninguém que a insistência deste jogador em permanecer jogando no Brasil é por causa da Copa da corrupção 2014.

Se a Copa não fosse aqui, ele já teria demonstrado o seu amor pelo Santos e estaria bem longe.

A mesma de
monstração de amor que ele deu aos 100 anos do Santos, com uma tatoo falsa.


Saudações Palestrinas.

sexta-feira, 30 de março de 2012

Arrombado!

Nação Palestrina.

Após 10 meses sem publicar nenhum post, retorno com o objetivo de não me afastar tanto tempo assim.

A profissão, acompanhado de problemas pessoais me impediram até de acompanhar os sites e blogs da Midia Palestrina.

E, nesse retorno, gostaria de comentar o texto patético que li no blog do jornalismo com imbecilidade.

O assunto do blog referido foi a morte e a ideia do grande Cesar Sampaio ao sugerir uma homenagem ao jovem integrande da Mancha Verde morto a alguns dias.

O que posso dizer ao "fã" do Juca é, vai da o cu viadão!

O que vc tem a ver com isso cretino.

Não tem mais o que fazer?

Vc diz: " se tem algo que torcedor organizado não merece de clube algum é esse tipo de atitude".

Engraçado, quando as organizadas realizam aquelas lindas festas nos estádios, todos os "jornalistas" elogiam, e as lindas imagens que todas as emissoras que cobrem o futebol mostram para o mundo, são das organizadas e não dos torcedores que ficam o jogo inteiro sentados e somente levantam para comemorar o gol.

Porém, é só acontecer uma trágedia que os juquinhas vem com a mesma ladainha.

Fechem as organizadas.

Fácil.

Simples assim.

Tá certo,seu arrombado!

Saudações Palmeirenses