sábado, 14 de abril de 2012

Falso amor.

Nação Palestrina.

Vemos com frequência, inúmeras pessoas que no intuito de homenagiar um parente, um ídolo, tatuam seu corpo, uma homenagem para toda a vida.

Claro, que também vemos tatuagens intrigantes, outras curiosas e algumas "indecentes" cada um avalia de uma maneira.

Nomes de pessoas tatuadas revelam paixão e as pessoas que as têm, em geral, já não estão fisicamente próximas daqueles que as tatuaram.

Amor é perene,  paixão nem sempre.

Escorpião, dragão são tatuagens bem comuns. Ramalhetes de flores simétricos e centralizados ao nível da lordose lombar são muitos bonitos, mas podem atrapalhar quando a pessoa necessitar receber uma anestesia na coluna.

São inúmeras homenagens, algumas estranhas, como a que acabei de citar.

 Cada um demonstra seu amor, sua paixão e ou, sua dor de varias  maneiras e que as vezes não entendemos.

Mas uma certa homenagem da para ententer perfeitamente.

O jogador santista Neymar ao tentar provar o seu amor pelo Santos colocou uma tatoo falsa em seu braço.

Não é novidade para ninguém que a insistência deste jogador em permanecer jogando no Brasil é por causa da Copa da corrupção 2014.

Se a Copa não fosse aqui, ele já teria demonstrado o seu amor pelo Santos e estaria bem longe.

A mesma de
monstração de amor que ele deu aos 100 anos do Santos, com uma tatoo falsa.


Saudações Palestrinas.

3 comentários:

Anônimo disse...

neymar eu torço pro palmeiras meu time so perde jogo dar uma elegria pra mim faça o santos ganhar o jogo contra os gamba e ser campeao da libertadores nao desse os gamba levantar a taça

Rogerio disse...

esse é o cara

Anônimo disse...

LEITURA RECOMENDADA A TODOS OS PALMEIRENSES. CHEGA DE IMPUNIDADE!

http://influir2013.blogspot.com.br/2013/02/vandalismo-reincidente-impunidade.html

AVANTI, PALESTRA!!!