domingo, 18 de dezembro de 2016

Redenção

Nação Palestrina.

Após a redenção alviverde com a conquista do campeonato brasileiro 2016, não existe palmeirense que não esteja pensando a mesma coisa.

Libertadores!

Sonho de consumo de toda a coletividade palestrina.

E  para isso, contamos com um novo presidente, Mauricio Galiotte, substituindo Paulo Nobre.

O novo presidente vem com um "projeto" de continuidade de seu antecessor, mas com um perfil mais conciliador, tanto entre os conselheiros do clube como também com a principal patrocinadora do clube, Crefisa/Fam.

A financeira que tornou a camisa palmeirense a mais valiosa do Brasil com quase 68 milhões investidos no primeiro ano e quase 80 milhões no segundo, renovará com o verdão e ajudará na contratação de reforços, o que não aconteceria se o Paulo Nobre ainda fosse presidente.

Vale lembrar que o contrato com a Crefisa/Fam termina agora em janeiro.

No mais quero desejar boa sorte ao novo presidente e que ele consiga tornar a Sociedade Esportiva Palmeiras cada vez mais forte dentro e fora de campo. 

Para encerrar alguns comentários sobre o Paulo Nobre tão criticado aqui por mim.

Da mesma maneira que o critiquei exaustivamente aqui quero parabeniza- lo por três conquistas na sua gestão.

1° Pelo titulo brasileiro.
2° Pela importantíssima vitória sobre a Wtorre na comercialização da cadeiras.
3°Pela construção do maravilhoso hotel, quase finalizado, e em boa parte pago pelo próprio Paulo Nobre.

Os três legados que serão lembrados na gestão Paulo Nobre.

Saudações Palestrinas.

segunda-feira, 6 de junho de 2016

Alerta vermelho !

Nação Palestrina.

Chegou a hora da nossa diretoria vir a público e colocar as cartas na mesa.

A paciência acabou !

Mais um vez, de maneira escandalosa, o verdão foi assaltado, desta vez diante do flamerda.

O lance do primeiro pênalti, não marcado, chegou a ser mais escandaloso do que aquele do Adriano na semi final do paulista de 2008 quando ele jogava pelos leonores, lembram ?

Voltando ao brasileirão 2016, o verdão foi prejudicado em 3 das 6 partidas que disputou na competição.

Ontem, contra a comedores de carniça,  já mencionamos o pênalti não marcado, contra os leonores a falta não marcada no Dudu e na sequência saiu o gol do Ganso e as pataquadas do árbitro na estréia contra o Atlético (PR).

O que a nossa diretoria está esperando para tomar uma providência ?

Nesse longo e chato campeonato de pontos corridos, os pontos roubados, com o passar das 38 intermináveis rodadas acabam caindo no esquecimento se não reclamarmos publicamente.

Não me venham com aquela merda de DVD que as nossa(s) diretoria(s) insistem em mandar para o CBF e para a comissão de arbitragem.

Está mais do que provado que essa porra não funciona.

Sinto falta do ex gerente do verdão Toninho Cecílio que vinha a público para defender a honra do clube e reclamar das arbitragens, quando eramos prejudicados.

Função essa que poderia ser executada pelo atual gerente do verdão Cícero Souza.




Já que a nossa "estrela" Alexandre Mattos sempre está ocupado procurando merda para colocar no nosso elenco.

Já o Paulo Nobre é fã declarado do tal DVD então, fudeu !

Será que vamos mais um vez jogar um brasileirão no lixo, como em 2004  e 2009 ?

Esperamos que não.

Mas, ACORDEM CARALHO !

Saudações Palestrinas.

No gramado em que a luta o aguarda.


Recomendações Palestrinas.

Anarquia Palestrina - Futebol e seus clássicos.

OAV - Palmeiras derrota o Flamengo e mais uma vez a arbitragem !

Maluco pelo Palmeiras.

Saudações Palestrinas.

quarta-feira, 1 de junho de 2016

“Seus mais insatisfeitos clientes (torcedores) são sua maior fonte de aprendizado.” (Bill Gates)

Nação Palestrina.

Os torcedores, aqueles chamados "do contra" , na maioria das vezes são mais úteis ao clube do que aqueles que ao constatarem uma "leve" melhora na administração da instituição, saem enchendo a  bola de um presidente.

Muito se discute, aqui inclusive, a administração do atual presidente do Palmeiras Paulo Nobre.

Para alguns, sem Paulo Nobre o Palmeiras continuaria com um time fraco e endividado com os bancos.

Como se o Palmeiras fosse fechar as portas, enfim ...

Na administração Paulo Nobre, reconheço a honestidade do nosso presidente, e paro por aqui com os elogios.

 Agora, vamos levantar alguns fatos na sua gestão, reparem que escrevi FATOS, e contra fatos ...

Nem no céu, nem no inferno, emprestar 100 milhões de reais ao um clube faz com que a divida do mesmo diminua, fato !

Ahh, mas os juros é menor, a divida continua !

As ótimas receitas que hoje possuímos, nós a teríamos com ou sem Paulo Nobre.

A Crefisa teria fechado com o verdão com ou sem o atual mandatário alviverde. Fato !

A nossa bilheteria não é um sucesso por causa do Paulo Nobre, mas sim por possuirmos uma linda arena. Fato !

O sucesso do Avanti é decorrente do exorbitante preço dos ingressos e pela dificuldade em adquirir o mesmo. Fato !

Alguns projetos interessantes, com os de marketing, não apagam as inúmeras lambanças que ele, Paulo Nobre, cometeu e continua a cometer.

Contratações estapafúrdias, como as do Leandro Almeida, Roger Carvalho, Fellype Gabriel entre outros, já relacionados em outros textos. Fato !

A recusa, imperdoável, em admitir que precisamos de um 10,  para repor a saída do Valdívia. Fato !

Colocar como diretor de futebol um cara que não entende nada sobre a função. Fato !

Temos uma das, ou a maior folha salarial do futebol brasileiro, superior a 11 milhões de reais e mesmo assim, fomos eliminados do paulista pelo Santos com folha salarial de 3 milhões e claro, a ridícula eliminação na primeira fase da Libertadores. Fato !

Repito, acredito na honestidade do Paulo Nobre.




Mas, é pouco !

E digo mais.

Com a difícil situação financeira de Corinthians, São Paulo, Santos, Grêmio, Vasco, Bota Fogo, Cruzeiro e Fluminense, o verdão teria, em tese, poucos concorrentes aos títulos em disputa e poderíamos garimpar vários títulos que perdemos nos últimos 16 fracassados anos.

Ahh, ganhamos o paulista em 2008, as Copas do Brasil 2012 e 2015.

Preciso relacionar aqui os títulos que nossos rivais ganharam nesse mesmo período ?

Saudações Palestrinas


sábado, 28 de maio de 2016

Triângulo das Bermudas.

Nação Palestrina.

Já a algum tempo, a Sociedade Esportiva Palmeiras tem recebido uma avalanche de criticas derivadas do nosso patético departamento médico.

Apesar de criticas justas, o que vemos é uma tentativa vã em tentar convencer a coletividade palmeirense e a imprensa que possuímos um DM espetacular.

Mas, felizmente, não convencem ninguém.

O que vemos  na realidade, é uma diretoria incapaz de admitir que possuímos um DM sucatiado, não por culpa dessa administração, vale ressaltar.

E, na contramão do bom senso, que é assumir que temos um DM em péssimas condições e vir a público para relatar os projetos de melhorias do mesmo, a diretoria do verdão tenta de maneira ditatorial calar os críticos.

Como por exemplo, a decisão de não conceder mais entrevistas ao canal esportivo da fox.

O canal esportivo é um dos que mais criticam o Palmeiras sobre esse assunto.

O DM palmeirense é um dos piores dentre os grandes do futebol  brasileiro inclusive do Avai FC.

Este blogueiro, palmeirense nato, também é catarinense e já esteve no DM avaiano e o que posso dizer é que o DM  do Palmeiras parece um postinho de saúde ao se comparado com o DM do clube catarinense.

É foda escrever isso, mas é verdade.

Agora, uma pergunta que não quer calar.

E a tal máquina que previne lesões ?



ps: o título da postagem é uma referência ao comentarista da Fox que utilizou esse termo para definir o DM alviverde.

Saudações Palestrinas.

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Pelé 7 x 1 Brasil.

Nação Palestrina.

Após o famoso 7 a 1, toda a imprensa nacional tentou e ainda tenta descobrir os culpados pela maior humilhação do esporte brasileiro em toda a história.

Podemos aqui, destacar inúmeros fatores que contribuíram para o fatídico 08/07/2014.

Mas prefiro destacar o fator principal que contribuiu e muito para ruína brasileira.

O 7 x 1 começou em 24/03/1998.

Dia da instauração da lei Pelé no futebol brasileiro. 

A lei Pelé foi criada com a finalidade de dar mais transparência e profissionalismo ao futebol nacional.

Determinou o fim do passe e a profissionalização, com a obrigatoriedade da transformação dos clubes em empresas.

Porém, vários artigos foram modificados ou retirados, tais como os referentes à profissionalização dos clubes e à fiscalização dos mesmos pelo Ministério Público.

A retirada desse último artigo citado, acarretou numa enxurrada de parasitas, ainda mais, no futebol.

Os empresários. Hoje, com total domínio no futebol brasileiro

Os clubes tornaram-se meras barrigas de aluguel e a seleção uma vitrine para vender gato por lebre.

Já os clubes, coniventes na época, sofrem com a difícil  tarefa em manter suas promessas nas categorias de base.

Jovens jogadores com grande potencial, mas que por cobiça e pressa em ficarem ricos, acabam seduzidos e induzidos pelos seus empresários a jogarem em países como Indonésia, por exemplo.

Hoje, os "frutos" da lei Pelé são visíveis também na seleção brasileira, a mais fraca de toda a nossa história.

Com exceção do Neymar, o time beira ao ridículo, mas quem colocar no lugar desses que lá estão ?

Hoje, revelamos menos, bem menos e não temos reposição.

Pelé dentro de campo era gênio. 

Infelizmente suas pernas eram mais habilidosas que seu cérebro.

Se ele, numa atitude simples.  Proibir que seu nome fosse colocado nessa lei caso ela não fosse aprovada na integra, essa lei cairia, perderia toda força politica, e provavelmente não seria aprovada.

Mas como todo bom cachorrinho...


Saudações Palestrinas.

sábado, 21 de maio de 2016

Gilto Avallone

Nação Palestrina.

Um dos problemas que assolam a Sociedade Esportiva Palmeiras nas últimas décadas, principalmente pós "Era Parmalat",  são os inimigos dentro do próprio clube.

A maioria deles aliados do ex presidente Mustafá Contursi.

 Novidade ?!

E, a maior besta na atualidade palmeirense chama se Gilto Avallone.

Conhecido por humilhar o clube publicamente e também conhecido como traíra, o imbecil citado possui acesso a informações privilegiadas, e ao invés de entrar com representações junto ao conselho deliberativo, como um conselheiro sério e engajado em resolver os problemas do clube, o otário divulga de maneira irresponsável em seu site "Nosso Palmeiras"  apenas para colocar lenha na fogueira.

Aliado declarado do Mustafá, comenta se que o site citado foi criado por sugestão do ex presidente e muitas "noticias" nesse site foram "reportadas" pelo próprio Mustafá.

E se confirmada, nos mostra toda a covardia do ex presidente ao mandar seu cachorrinho fazer seu trabalho sujo.

Infelismente o canalha, Gilto, é fonte de vários órgãos de imprensa, incluindo as famosas "bancadas corintianas" na Gazeta, Lance e Band.

Hoje, Gilto tem 77 anos.

Se tivermos sorte ele não chega aos 80.


                                                                O inimigo

Saudações Palestrinas.

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Empolgação.

Nação Palestrina.

Dificil não se empolgar, não com a vitória diante do Atlético(PR), mas com o futebol apresentado pelo "novo" Palmeiras.

No jogo ficou claro, pelo menos para mim, como o verdão se portará nos campos Brasil  afora.

Muitos passes, muitas inversões de jogo e muita, muita velocidade.

Tudo o que aprecio num time de futebol.

Essas caracteristicas são semelhantes aos que o Cuca utilizava no Atlético(MG) quando lá estava.

Bela impressão.

Esse blogueiro não se ilude com o placar, sabedor que teremos um longo e dificil campeonato.

Mas fica a empolgação.



 É cedo ?

Foda se !

_______________________________


Cleiton Xavier: como é bom ver ele jogando. Participação em 3 dos 4 gols, mesmo fora de forma.

Róger Guedes  e Gabriel Jesus : muita velocidade pelas pontas.

Barrios : vindo buscar jogo fora da área, mesma função que o Alecsandro executa quando está em campo.

Tchê Tchê e Egidio : o estreante mostrou a que veio e não se intimidou com o peso da camisa. Já o Egidio está recuperando o futebol que o transformou no melhor lateral do Brasil quando jogava pelo Cruzeiro.

Vitor Hugo e Thiago Martins : O nosso maior problema, desde a saida do Tóbio, ninguém mais conseguiu de firmar ao lado do Vitor. Mas nesse jogo a dupla foi segura o tempo todo.

Matheus Sales e Jean : Boa performace da dupla. Mas, confesso que a dupla de volantes de minha preferência é o Jean e nosso pitbull, que está voltando de cirurgia,  Gabriel. E, ainda temos a experiência do Arouca.

Fernado Prass : Pouco exigido. Mas é indiscutivel.


Saudações Palestrinas.


quarta-feira, 4 de maio de 2016

Departamento médico.

Nação Palestrina.

Historicamente a Sociedade Esportiva Palmeiras nunca teve um bom DM e isso não é novidade.

Lembro que em 1999, durante a saga alviverde na conquista da América, o Palmeiras comprava gelo, para reduzir dores musculares e das articulações dos jogadores, num posto de gasolina, porque na Academia de Futebol não havia uma máquina de gelo.

Ano passado, tentando fazer melhorias na recuperação dos atletas, o Palmeiras contratou um coordenador científico, Altamiro Bottino.

Um trabalho até agora questionável.

O número de lesões, coincidência ou não, aumentou drasticamente.

É óbvio que não culpo esse senhor, mas não lembro, num passado recente, um número tão grande de lesões.

Contrariando o propósito de sua contratação que é manter um programa preventivo e aproximar todos os setores, assim facilitando o acesso a informação.

"Quando se contrata 25 jogadores espalhados pelo mundo, cada um em um nível de adaptação, a dificuldade aparece".

A "poesia" citada acima é de Alexandre Mattos.

Então, será que o Edu Dracena, saido de Itaquera e que se machucou durante a pré temporada entra nesse nível de adaptação?

Ou o Volante Rodrigo, machucado, e que ainda nem estreou ?

Eis a questão !



Avaliação dos atletas.

Reparem na mesinha.

Essa foto foi tirada no vestiário da Academia.

Porque a avaliação dos jogadores não foi feita no DM ?

Saudações Palestrinas.

sábado, 30 de abril de 2016

Propósito, identidade e objetividade.

Nação Palestrina.

Não só um clube de futebol, mas em todos os seguimentos, o seu propósito é um dos diferenciais para se alcançar o sucesso.

O seu propósito e o objetivo traçado determinam os frutos que você colherá a curto, médio e longo prazo.

E isso a Sociedade Esportiva Palmeiras está tentando resgatar após 15 anos de péssimas administrações, pós Parmalat.

Isso não quer dizer que na Era Parmalat a administração Mustafá Contursi tenha sido saudável para o clube, porém, o dinheiro da multinacional italiana maquiava todos os problemas do clube.

Além do próposito e objetivo, nós palmeirenses sentimos e muito a falta de algo que haviamos perdido.

Jogadores com identidade alviverde.

Num passado, não muito distante, tinhamos jogadores que respiravam Palmeiras, como Evair, Edmundo, Marcos entre outros.

Porém, eu não sentia, a muito tempo, um treinador com tanta identidade com o Palmeiras como o Cuca.

O projeto que ele tem em mente vai dar certo ?

Não sei.

Mas, se não der, deixará uma base sólida, necessária e indispensável para um clube de futebol.

Ao chegar, pela situação na libertadores e Paulista teve que tocar o barco da melhor forma possível, e após as desclassificações arregaçou as mangas para concertar os inúmeros erros do Alexandre Mattos e Paulo Nobre.

Identificou as carências do time. A pouca estatura dos atletas, a falta de um bom zagueiro para fazer dupla com o Vitor Hugo, e a ausência de um articulador.

E, chegar a dormir num sofá na Academia de Futebol  nos mostra o quanto o Cuca está trabalhado nesse projeto.

Eu sentia falta dessa identidade, a mesma que sinto hoje apenas com o Fernando Prass.

Confio no trabalho do Cuca e estou apoiando.

Saudações Palestrinas

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Segundo Semestre, brasileirão.

Nação Palestrina.

Após o término desastroso do primeiro semestre, para o Palmeiras, a diretoria iniciou o planejamento visando o brasileirão.

Confesso que foi mais rápido do que esse blogueiro imaginava, mas o clube e o time/elenco estavam precisando.

Vamos analisar individualmente cada caso.

Fellype Gabriel : contrato rescindido. Deus existe !   Corrigindo uma das maiores e inexplicáveis contratações feita pela gestão Paulo Nobre.

Infelizmente o prejuízo com os salários e gastos médicos são irrecuperáveis. 

Bola para frente.

Victor Luís : Esforçado, mas limitado. Boa sorte para ele no Bota Fogo. Não fará falta.

Nathan : Ficaria com ele. Quem tem que sair é o Leandro Almeida.

Robinho, Lucas  x  Fabricio, Fabiano : Esse negócio vai dar o que falar na rua Turiassú   Palestra Itália.




Confesso que jamais morri de amores pelo Robinho, apesar dos dois golaços que ele fez no Rógerio Ceni.

E, o que mais  ele fez ?

Robinho é um jogador lento demais e raramente traz desequilíbrio ao jogo.

Mas, é um atleta que tem mercado e poderiamos lucrar com uma possível venda.

Lucas começou muito bem no verdão, mas foi caindo de rendimento. Será que não seria o caso de tentar recuperar o atleta?

A comissão técnica vem fazendo um trabalho de recuperação com o  Egídio e aos poucos ele vem recuperando o seu futebol.

A chegada dos cruzeirenses :

Fabricio : Esse jogador teve seu contrato rescindido pelo Inter de Porto Alegre após se revoltar com a torcida colorada tirando a camisa do Inter e jogando ela no chão.

Em seguida contratado pelo Cruzeiro e não deixará saudades com sua saída.

Fabiano : confesso também, que não conheço esse atleta, mas segundo o blog Observatório Alviverde , esse jogador é frequentador assíduo do ótimo DM cruzeirense.

O que já me deixa  preocupado.

Se, com toda a estrutura da Toca da Raposa o atleta vive machucado, imaginem com o sucatiado DM alviverde ?

Com essa troca deixo aqui duas observações.

 Foi um pedido do Cuca.

Treinador que mais me agrada na gestão Paulo Nobre. 

E por esse motivo, aguardarei e darei meu apoio.

O mandato do Paulo Nobre está terminando e não sabemos se o próximo presidente do verdão permanecerá com o Alexandre Mattos.

Será que o Mattos está tentando abrir as portas que se fecharam para ele na sua saída do Cruzeiro ?

Assunto também levantado no Observatório Alviverde e extremamente relevante.

Aguardaremos ...

Saudações Palestrinas.

terça-feira, 26 de abril de 2016

Planejamento x Alucinações doentias.

Nação Palestrina.

O Palmeiras foi eliminado do paulista de maneira mais honrosa do que na Libertadores, apesar dos perdedores e responsáveis diretos e indiretos afirmarem que,  saimos de cabeça erguida.

E após mais essa eliminação faço algumas considerações.

Crefisa : segundo a imprensa, deposita anualmente em nossos cofres algo em torno de 68 milhões de reais.

Crefisa que ameça constantemente rescindir contrato com o verdão pelo descaso e desrespeito que o Paulo Nobre tem com a empresa.

Vale lembrar que esse blogueiro foi defensor da candidatura de Paulo Nobre para a presidencia do verdão.

http://scoppia.blogspot.com.br/2011/01/erro-apos-erro.html

Avanti : arrecadação de 23 milhões anuais, segundo a imprensa.

Bilheteria : arrecadação superior a 72 milhões  bruto. 43 milhões liquido.

A folha salarial do Palmeiras ultrapassa a casa dos 11 milhões.

A folha salarial do Santos é de pouco mais de 3 milhões.

Arrecadamos muito, mas gastamos errado.

Contratações como as que citei na postagem anterior é o reflexo das alucinações de  Alexandre Mattos, que não sabe nada sobre direção de futebol, e Paulo Nobre.

Alucinações confundidas com planejamento.

Contratados com futebol infinitamente inferior aos que sairam, aliada as "apostas"  para a disputa da Libertadores e paulista culminaram com  a perda do semestre.

Agora, que venha o  brasileirão, acompanhado de um pouco de sensatez e inteligência.

É pedir muito ?

Saudações Palestrinas.

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Cabeça erguida. Humilhação!

Nação Palestrina.

A Sociedade Esportiva Palmeiras, como todos sabem, foi eliminada da Libertadores, mesmo goleando o River do Uruguai.

E, como era esperado, a diretoria e jogadores afirmam que o verdão saiu da competição de cabeça erguida.

Discurso, apenas discurso, pronto antes da partida. 

Aos perdedores, nada.

Ao Palmeiras, a vergonha.

O maior campeão nacional, com 8 brasileiros e 3 Copas do Brasil jamais será eliminado na primeira fase de uma Libertadores e sairá de cabeça erguida.

O único clube que vestiu a camisa da seleção brasileira, entre titulares e reservas, do roupeiro ao treinador, não pode ser eliminado dessa forma.

Responsáveis ?

Jogadores tem sua parcela de culpa, porém coloco mais essa humilhação na conta do Paulo Nobre, Alexandre Mattos e do nosso ridiculo e patético departamento médico, o pior entre os grandes do  Brasil.

Com muitas lesões, dos "bons jogadores" , muitas contratações ruins e lacunas não preenchidas determinaram o fracasso alviverde.

Contratações como : 

Leandro Almeida : já com histórico ruim no Coritiba.

Roger Carvalho : limitadissimo jogador do Bota Fogo.

Fellype Gabriel : considero essa a contratação mais ridicula de todas.

Erik : muito dinheiro por uma promessa e até agora nada.

Régis e Moisés : inexplicável suas contratações, mesmo que venham à surpreender.

Rodrigo : outra promessa que nada tem a acrescentar.

Agora, reparem !

Com exceção do Erik, todos zagueiros ou meias/volantes.

Os dois maiores problemas que temos no time.

A falta de um 10 e a ausência de um bom zagueiro para fazer dupla com Vitor Hugo.

Vale lembrar que tinhamos um bom zagueiro, o  Tóbio, titular absoluto até se machucar, e depois, por interesses estranhos emprestado ao Boca Juniors sem sequer voltar a jogar.

Além do Vitor Ramos, reserva, mas bem melhor que Leandro Almeida e Roger Carvalho.

E, não poderia deixar passar, a saida do Valdivia.

O que tanto nos fez falta nessa Libertadores, um 10.

Não vou perder meu tempo em discutir se ele é isso ou aquilo.

No Brasil, vejo apenas o Lucas lima ao nivel do Valdivia.



Resultado final de toda essa lambança : eliminação na primeira fase da Libertadores.

Cabeça erguida, não !

Humilhação.

Saudações Palestrinas.

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Paulo Nobre e Crefisa.

Nação Palestrina.

Como se não bastasse o esforço descomunal do presidente Palmeirense em afastar as classes sociais de baixa renda do Allianz Parque, Palestra Itália, o mandatário alviverde tem o talento natural em comprar briga com patrocinadores que outros clubes dariam de tudo para ter, o que é o caso da Crefisa.

A muito tempo o Palmeiras não possui um patrocinador com tamanho interesse em recuperar o prestigio, a muito perdido, do verdão em relação ao futebol brasileiro.

Além da ridicula " homenagem" proposta pela diretoria do Palmeiras em criar uma camisa comemorativa usando o "logo" da Parmalat, a diretoria cria uma camisa comemorativa para comemorar o titulo da Copa do Brasil e estupidamente reduz o tamanho original da marca Crefisa estampada na nossa camisa.

Como pode um presidente ser tão burro ?

Cogitar expor a marca de uma empresa que não coloca um centavo nos cofres palmeirenses, ou seja, a Parmalat.

E, como se não bastasse, reduz o "logo" da Crefisa,que deposita, segundo a imprensa, 68 milhões anuais.

Agora a Crefisa, ciente da imaturidade do presidente do verdão, coloca uma cláusula  de 2,5 milhões no contrato, caso o Palmeiras reduza novamente o tamanho original de sua marca na nossa camisa.

Inacreditável, como podemos ter um presidente extremamente fútil.

Saudações palmeirenses.


terça-feira, 5 de abril de 2016

A falência do Estado.

Nação Palestrina.

No último fim de semana, o maior clássico do futebol brasileiro, disputado no Pacaembu, mais uma vez, mostrou a superioridade alviverde na disputa.

Porém, o tema desta publicação é outro.

Novamente, um conflito entre as organizadas de Palmeiras e Corinthians acabou resultando na morte de outro torcedor.

Lamentável.

E, para "solucionar" o problema, a  Secretária de segurança Pública, a pedido do Ministério Público, decidiu que todos os clássicos Paulistas serão realizados com torcida única.

Essa decisão, é o reconhecimento que a segurança pública de São Paulo está falida e não tem condições de fazer a segurança não só dos torcedores paulistas, mas também, a segurança do cidadão paulistano.




Vale ressaltar, que a briga resultante na morte do torcedor foi realizada a quilometros do Pacaembu, o que não justifica tal decisão das autoridades paulistas.

Essa decisão, vai impedir que torcedores corintianos esperem torcedores palmeirenses nas ruas da capital paulista para brigarem quando o jogo for no Palestra Itália, e vice versa quando o jogo for em Itaquera ?

Evidente que não.

 Mais uma vez o promotor Paulo Castilho nos presenteia com toda a sua incompetência, a serviço da cidade de São Paulo.

Saudações Palestrinas.