quinta-feira, 21 de abril de 2016

Cabeça erguida. Humilhação!

Nação Palestrina.

A Sociedade Esportiva Palmeiras, como todos sabem, foi eliminada da Libertadores, mesmo goleando o River do Uruguai.

E, como era esperado, a diretoria e jogadores afirmam que o verdão saiu da competição de cabeça erguida.

Discurso, apenas discurso, pronto antes da partida. 

Aos perdedores, nada.

Ao Palmeiras, a vergonha.

O maior campeão nacional, com 8 brasileiros e 3 Copas do Brasil jamais será eliminado na primeira fase de uma Libertadores e sairá de cabeça erguida.

O único clube que vestiu a camisa da seleção brasileira, entre titulares e reservas, do roupeiro ao treinador, não pode ser eliminado dessa forma.

Responsáveis ?

Jogadores tem sua parcela de culpa, porém coloco mais essa humilhação na conta do Paulo Nobre, Alexandre Mattos e do nosso ridiculo e patético departamento médico, o pior entre os grandes do  Brasil.

Com muitas lesões, dos "bons jogadores" , muitas contratações ruins e lacunas não preenchidas determinaram o fracasso alviverde.

Contratações como : 

Leandro Almeida : já com histórico ruim no Coritiba.

Roger Carvalho : limitadissimo jogador do Bota Fogo.

Fellype Gabriel : considero essa a contratação mais ridicula de todas.

Erik : muito dinheiro por uma promessa e até agora nada.

Régis e Moisés : inexplicável suas contratações, mesmo que venham à surpreender.

Rodrigo : outra promessa que nada tem a acrescentar.

Agora, reparem !

Com exceção do Erik, todos zagueiros ou meias/volantes.

Os dois maiores problemas que temos no time.

A falta de um 10 e a ausência de um bom zagueiro para fazer dupla com Vitor Hugo.

Vale lembrar que tinhamos um bom zagueiro, o  Tóbio, titular absoluto até se machucar, e depois, por interesses estranhos emprestado ao Boca Juniors sem sequer voltar a jogar.

Além do Vitor Ramos, reserva, mas bem melhor que Leandro Almeida e Roger Carvalho.

E, não poderia deixar passar, a saida do Valdivia.

O que tanto nos fez falta nessa Libertadores, um 10.

Não vou perder meu tempo em discutir se ele é isso ou aquilo.

No Brasil, vejo apenas o Lucas lima ao nivel do Valdivia.



Resultado final de toda essa lambança : eliminação na primeira fase da Libertadores.

Cabeça erguida, não !

Humilhação.

Saudações Palestrinas.

2 comentários:

Josias SEP disse...

Bela analise. planejamento manbembe.

Anônimo disse...

o fascinio que o paulo e alexandre tem por volantes é incrivel. um meia bom nada. um zagueiro bom nada.