sábado, 28 de maio de 2016

Triângulo das Bermudas.

Nação Palestrina.

Já a algum tempo, a Sociedade Esportiva Palmeiras tem recebido uma avalanche de criticas derivadas do nosso patético departamento médico.

Apesar de criticas justas, o que vemos é uma tentativa vã em tentar convencer a coletividade palmeirense e a imprensa que possuímos um DM espetacular.

Mas, felizmente, não convencem ninguém.

O que vemos  na realidade, é uma diretoria incapaz de admitir que possuímos um DM sucatiado, não por culpa dessa administração, vale ressaltar.

E, na contramão do bom senso, que é assumir que temos um DM em péssimas condições e vir a público para relatar os projetos de melhorias do mesmo, a diretoria do verdão tenta de maneira ditatorial calar os críticos.

Como por exemplo, a decisão de não conceder mais entrevistas ao canal esportivo da fox.

O canal esportivo é um dos que mais criticam o Palmeiras sobre esse assunto.

O DM palmeirense é um dos piores dentre os grandes do futebol  brasileiro inclusive do Avai FC.

Este blogueiro, palmeirense nato, também é catarinense e já esteve no DM avaiano e o que posso dizer é que o DM  do Palmeiras parece um postinho de saúde ao se comparado com o DM do clube catarinense.

É foda escrever isso, mas é verdade.

Agora, uma pergunta que não quer calar.

E a tal máquina que previne lesões ?



ps: o título da postagem é uma referência ao comentarista da Fox que utilizou esse termo para definir o DM alviverde.

Saudações Palestrinas.

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Pelé 7 x 1 Brasil.

Nação Palestrina.

Após o famoso 7 a 1, toda a imprensa nacional tentou e ainda tenta descobrir os culpados pela maior humilhação do esporte brasileiro em toda a história.

Podemos aqui, destacar inúmeros fatores que contribuíram para o fatídico 08/07/2014.

Mas prefiro destacar o fator principal que contribuiu e muito para ruína brasileira.

O 7 x 1 começou em 24/03/1998.

Dia da instauração da lei Pelé no futebol brasileiro. 

A lei Pelé foi criada com a finalidade de dar mais transparência e profissionalismo ao futebol nacional.

Determinou o fim do passe e a profissionalização, com a obrigatoriedade da transformação dos clubes em empresas.

Porém, vários artigos foram modificados ou retirados, tais como os referentes à profissionalização dos clubes e à fiscalização dos mesmos pelo Ministério Público.

A retirada desse último artigo citado, acarretou numa enxurrada de parasitas, ainda mais, no futebol.

Os empresários. Hoje, com total domínio no futebol brasileiro

Os clubes tornaram-se meras barrigas de aluguel e a seleção uma vitrine para vender gato por lebre.

Já os clubes, coniventes na época, sofrem com a difícil  tarefa em manter suas promessas nas categorias de base.

Jovens jogadores com grande potencial, mas que por cobiça e pressa em ficarem ricos, acabam seduzidos e induzidos pelos seus empresários a jogarem em países como Indonésia, por exemplo.

Hoje, os "frutos" da lei Pelé são visíveis também na seleção brasileira, a mais fraca de toda a nossa história.

Com exceção do Neymar, o time beira ao ridículo, mas quem colocar no lugar desses que lá estão ?

Hoje, revelamos menos, bem menos e não temos reposição.

Pelé dentro de campo era gênio. 

Infelizmente suas pernas eram mais habilidosas que seu cérebro.

Se ele, numa atitude simples.  Proibir que seu nome fosse colocado nessa lei caso ela não fosse aprovada na integra, essa lei cairia, perderia toda força politica, e provavelmente não seria aprovada.

Mas como todo bom cachorrinho...


Saudações Palestrinas.

sábado, 21 de maio de 2016

Gilto Avallone

Nação Palestrina.

Um dos problemas que assolam a Sociedade Esportiva Palmeiras nas últimas décadas, principalmente pós "Era Parmalat",  são os inimigos dentro do próprio clube.

A maioria deles aliados do ex presidente Mustafá Contursi.

 Novidade ?!

E, a maior besta na atualidade palmeirense chama se Gilto Avallone.

Conhecido por humilhar o clube publicamente e também conhecido como traíra, o imbecil citado possui acesso a informações privilegiadas, e ao invés de entrar com representações junto ao conselho deliberativo, como um conselheiro sério e engajado em resolver os problemas do clube, o otário divulga de maneira irresponsável em seu site "Nosso Palmeiras"  apenas para colocar lenha na fogueira.

Aliado declarado do Mustafá, comenta se que o site citado foi criado por sugestão do ex presidente e muitas "noticias" nesse site foram "reportadas" pelo próprio Mustafá.

E se confirmada, nos mostra toda a covardia do ex presidente ao mandar seu cachorrinho fazer seu trabalho sujo.

Infelismente o canalha, Gilto, é fonte de vários órgãos de imprensa, incluindo as famosas "bancadas corintianas" na Gazeta, Lance e Band.

Hoje, Gilto tem 77 anos.

Se tivermos sorte ele não chega aos 80.


                                                                O inimigo

Saudações Palestrinas.

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Empolgação.

Nação Palestrina.

Dificil não se empolgar, não com a vitória diante do Atlético(PR), mas com o futebol apresentado pelo "novo" Palmeiras.

No jogo ficou claro, pelo menos para mim, como o verdão se portará nos campos Brasil  afora.

Muitos passes, muitas inversões de jogo e muita, muita velocidade.

Tudo o que aprecio num time de futebol.

Essas caracteristicas são semelhantes aos que o Cuca utilizava no Atlético(MG) quando lá estava.

Bela impressão.

Esse blogueiro não se ilude com o placar, sabedor que teremos um longo e dificil campeonato.

Mas fica a empolgação.



 É cedo ?

Foda se !

_______________________________


Cleiton Xavier: como é bom ver ele jogando. Participação em 3 dos 4 gols, mesmo fora de forma.

Róger Guedes  e Gabriel Jesus : muita velocidade pelas pontas.

Barrios : vindo buscar jogo fora da área, mesma função que o Alecsandro executa quando está em campo.

Tchê Tchê e Egidio : o estreante mostrou a que veio e não se intimidou com o peso da camisa. Já o Egidio está recuperando o futebol que o transformou no melhor lateral do Brasil quando jogava pelo Cruzeiro.

Vitor Hugo e Thiago Martins : O nosso maior problema, desde a saida do Tóbio, ninguém mais conseguiu de firmar ao lado do Vitor. Mas nesse jogo a dupla foi segura o tempo todo.

Matheus Sales e Jean : Boa performace da dupla. Mas, confesso que a dupla de volantes de minha preferência é o Jean e nosso pitbull, que está voltando de cirurgia,  Gabriel. E, ainda temos a experiência do Arouca.

Fernado Prass : Pouco exigido. Mas é indiscutivel.


Saudações Palestrinas.


quarta-feira, 4 de maio de 2016

Departamento médico.

Nação Palestrina.

Historicamente a Sociedade Esportiva Palmeiras nunca teve um bom DM e isso não é novidade.

Lembro que em 1999, durante a saga alviverde na conquista da América, o Palmeiras comprava gelo, para reduzir dores musculares e das articulações dos jogadores, num posto de gasolina, porque na Academia de Futebol não havia uma máquina de gelo.

Ano passado, tentando fazer melhorias na recuperação dos atletas, o Palmeiras contratou um coordenador científico, Altamiro Bottino.

Um trabalho até agora questionável.

O número de lesões, coincidência ou não, aumentou drasticamente.

É óbvio que não culpo esse senhor, mas não lembro, num passado recente, um número tão grande de lesões.

Contrariando o propósito de sua contratação que é manter um programa preventivo e aproximar todos os setores, assim facilitando o acesso a informação.

"Quando se contrata 25 jogadores espalhados pelo mundo, cada um em um nível de adaptação, a dificuldade aparece".

A "poesia" citada acima é de Alexandre Mattos.

Então, será que o Edu Dracena, saido de Itaquera e que se machucou durante a pré temporada entra nesse nível de adaptação?

Ou o Volante Rodrigo, machucado, e que ainda nem estreou ?

Eis a questão !



Avaliação dos atletas.

Reparem na mesinha.

Essa foto foi tirada no vestiário da Academia.

Porque a avaliação dos jogadores não foi feita no DM ?

Saudações Palestrinas.