quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Sobre Crefisa e FAM

Nação Palestrina.

Os moralistas de plantão, sempre eles, não contente em ver o sucesso alheio, procuram de forma persecutória atacar o maior patrocínio do futebol brasileiro.

A parceria Palmeiras Crefisa/FAM, rendem cerca de 100 milhões entre patrocínios, contratações e pagamentos de alguns vencimentos ( salários ).

Em uma época de crise, um grupo pagar esse valor acaba gerando a inveja dos canalhas já conhecidos pela coletividade palestrina.

Porém, o mais impressionante, é a tentativa do "jornalista" Juca Kfouri e seu rato de laboratório, o Paulinho do blog, em conciliar possíveis contravenções da Crefisa/FAM com danos futuros ao Palmeiras.

O Juquinha, no auto de sua imbecilidade, comparou a nossa atual parceria com a co-gestão Palmeiras/Parmalat e o encerramento dela teria culminado com a queda para a segunda divisão.

É obvio que a saída da Parmalat foi prejudicial ao Palmeiras, mas a culpa pela queda para a série B não pode ser delegada à saída da empresa italiana  e sim por incompetência do Mustafá Contursi.

Vale lembrar que o esquema de lavagem de dinheiro da multinacional italiana em nada tinha a ver com a parceria com o Palmeiras, ao contrário da parceria Corinthians/MSI, nesse caso havendo ligação explicita com a máfia russa.

Voltando a Crefisa/FAM, se o grupo de lamacchia ESTIVER envolvido em algo ilícito, nada até agora foi provado nem julgado, os seus proprietários responderão a justiça.

O Palmeiras seria prejudicado apenas se o verdão fosse usado para lavar dinheiro, o que não é o caso.

A nossa parceria está entre as 10 maiores do futebol mundial e os canalhas, Juca e Paulinho, coincidentemente corintianos, nos atacam com a inveja que lhes é peculiar. Mas, felizmente, o Palmeiras fortalece cada vez mais essa parceria, quase destruída pelo Paulo Nobre.


                                                            Os merdas

Saudações Palestrinas.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Não peça o que você não terá.

Nação Palestrina.

Iniciou se a "Era"  Eduardo Baptista  na Sociedade Esportiva Palmeiras.


E o receio instaurado até agora confirmou se.


A inexperiência do treinador do verdão coloca em xeque o objetivo do ano : Libertadores da América.


Se o treinador alviverde acha que essa ladainha de inicio de trabalho será suficiente para mante lo no emprego, engana se.


Ele tem nas mãos o time campeão brasileiro reforçado.


Com as chegadas de Borja, Guerra, Felipe Melo, Keno, Michel Bastos e as promessas Hyoran e Raphael Veiga o treinador palmeirense possui o melhor elenco da América Latina.


Não adianta também, citar as 4 derrotas consecutivas do inicio do trabalho do Cuca.


O treinador campeão brasileiro chegou num momento turbulento e numa situação complicadíssima na Libertadores.


Já o Eduardo chegou no inicio do ano, com estrutura, elenco campeão brasileiro e reforços de categoria.


Você Eduardo, não terá a nossa paciência.




Saudações Palestrinas.


domingo, 18 de dezembro de 2016

Redenção

Nação Palestrina.

Após a redenção alviverde com a conquista do campeonato brasileiro 2016, não existe palmeirense que não esteja pensando a mesma coisa.

Libertadores!

Sonho de consumo de toda a coletividade palestrina.

E  para isso, contamos com um novo presidente, Mauricio Galiotte, substituindo Paulo Nobre.

O novo presidente vem com um "projeto" de continuidade de seu antecessor, mas com um perfil mais conciliador, tanto entre os conselheiros do clube como também com a principal patrocinadora do clube, Crefisa/Fam.

A financeira que tornou a camisa palmeirense a mais valiosa do Brasil com quase 68 milhões investidos no primeiro ano e quase 80 milhões no segundo, renovará com o verdão e ajudará na contratação de reforços, o que não aconteceria se o Paulo Nobre ainda fosse presidente.

Vale lembrar que o contrato com a Crefisa/Fam termina agora em janeiro.

No mais quero desejar boa sorte ao novo presidente e que ele consiga tornar a Sociedade Esportiva Palmeiras cada vez mais forte dentro e fora de campo. 

Para encerrar alguns comentários sobre o Paulo Nobre tão criticado aqui por mim.

Da mesma maneira que o critiquei exaustivamente aqui quero parabeniza- lo por três conquistas na sua gestão.

1° Pelo titulo brasileiro.
2° Pela importantíssima vitória sobre a Wtorre na comercialização da cadeiras.
3°Pela construção do maravilhoso hotel, quase finalizado, e em boa parte pago pelo próprio Paulo Nobre.

Os três legados que serão lembrados na gestão Paulo Nobre.

Saudações Palestrinas.

segunda-feira, 6 de junho de 2016

Alerta vermelho !

Nação Palestrina.

Chegou a hora da nossa diretoria vir a público e colocar as cartas na mesa.

A paciência acabou !

Mais um vez, de maneira escandalosa, o verdão foi assaltado, desta vez diante do flamerda.

O lance do primeiro pênalti, não marcado, chegou a ser mais escandaloso do que aquele do Adriano na semi final do paulista de 2008 quando ele jogava pelos leonores, lembram ?

Voltando ao brasileirão 2016, o verdão foi prejudicado em 3 das 6 partidas que disputou na competição.

Ontem, contra a comedores de carniça,  já mencionamos o pênalti não marcado, contra os leonores a falta não marcada no Dudu e na sequência saiu o gol do Ganso e as pataquadas do árbitro na estréia contra o Atlético (PR).

O que a nossa diretoria está esperando para tomar uma providência ?

Nesse longo e chato campeonato de pontos corridos, os pontos roubados, com o passar das 38 intermináveis rodadas acabam caindo no esquecimento se não reclamarmos publicamente.

Não me venham com aquela merda de DVD que as nossa(s) diretoria(s) insistem em mandar para o CBF e para a comissão de arbitragem.

Está mais do que provado que essa porra não funciona.

Sinto falta do ex gerente do verdão Toninho Cecílio que vinha a público para defender a honra do clube e reclamar das arbitragens, quando eramos prejudicados.

Função essa que poderia ser executada pelo atual gerente do verdão Cícero Souza.




Já que a nossa "estrela" Alexandre Mattos sempre está ocupado procurando merda para colocar no nosso elenco.

Já o Paulo Nobre é fã declarado do tal DVD então, fudeu !

Será que vamos mais um vez jogar um brasileirão no lixo, como em 2004  e 2009 ?

Esperamos que não.

Mas, ACORDEM CARALHO !

Saudações Palestrinas.

No gramado em que a luta o aguarda.


Recomendações Palestrinas.

Anarquia Palestrina - Futebol e seus clássicos.

OAV - Palmeiras derrota o Flamengo e mais uma vez a arbitragem !

Maluco pelo Palmeiras.

Saudações Palestrinas.

quarta-feira, 1 de junho de 2016

“Seus mais insatisfeitos clientes (torcedores) são sua maior fonte de aprendizado.” (Bill Gates)

Nação Palestrina.

Os torcedores, aqueles chamados "do contra" , na maioria das vezes são mais úteis ao clube do que aqueles que ao constatarem uma "leve" melhora na administração da instituição, saem enchendo a  bola de um presidente.

Muito se discute, aqui inclusive, a administração do atual presidente do Palmeiras Paulo Nobre.

Para alguns, sem Paulo Nobre o Palmeiras continuaria com um time fraco e endividado com os bancos.

Como se o Palmeiras fosse fechar as portas, enfim ...

Na administração Paulo Nobre, reconheço a honestidade do nosso presidente, e paro por aqui com os elogios.

 Agora, vamos levantar alguns fatos na sua gestão, reparem que escrevi FATOS, e contra fatos ...

Nem no céu, nem no inferno, emprestar 100 milhões de reais ao um clube faz com que a divida do mesmo diminua, fato !

Ahh, mas os juros é menor, a divida continua !

As ótimas receitas que hoje possuímos, nós a teríamos com ou sem Paulo Nobre.

A Crefisa teria fechado com o verdão com ou sem o atual mandatário alviverde. Fato !

A nossa bilheteria não é um sucesso por causa do Paulo Nobre, mas sim por possuirmos uma linda arena. Fato !

O sucesso do Avanti é decorrente do exorbitante preço dos ingressos e pela dificuldade em adquirir o mesmo. Fato !

Alguns projetos interessantes, com os de marketing, não apagam as inúmeras lambanças que ele, Paulo Nobre, cometeu e continua a cometer.

Contratações estapafúrdias, como as do Leandro Almeida, Roger Carvalho, Fellype Gabriel entre outros, já relacionados em outros textos. Fato !

A recusa, imperdoável, em admitir que precisamos de um 10,  para repor a saída do Valdívia. Fato !

Colocar como diretor de futebol um cara que não entende nada sobre a função. Fato !

Temos uma das, ou a maior folha salarial do futebol brasileiro, superior a 11 milhões de reais e mesmo assim, fomos eliminados do paulista pelo Santos com folha salarial de 3 milhões e claro, a ridícula eliminação na primeira fase da Libertadores. Fato !

Repito, acredito na honestidade do Paulo Nobre.




Mas, é pouco !

E digo mais.

Com a difícil situação financeira de Corinthians, São Paulo, Santos, Grêmio, Vasco, Bota Fogo, Cruzeiro e Fluminense, o verdão teria, em tese, poucos concorrentes aos títulos em disputa e poderíamos garimpar vários títulos que perdemos nos últimos 16 fracassados anos.

Ahh, ganhamos o paulista em 2008, as Copas do Brasil 2012 e 2015.

Preciso relacionar aqui os títulos que nossos rivais ganharam nesse mesmo período ?

Saudações Palestrinas