Sociedade Esportiva Palmeiras

Sociedade Esportiva Palmeiras

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Palmeiras empurra Curintcha ladeira abaixo.

Nação Palestrina.

REPUBLICANDO.

Por Roberto Galluzzi.

O coitado do adversário da zona leste, SPCC Curintcha Populista, mais conhecido de nossa velha guarda como “Faz-Me-Rir”, já na base do ladeira abaixo, sucumbiu mais uma vez à nossa pujança.

Deve ter-lhes faltado fundos do BNDES ou CIDEs pra pagar marmita ou mensalidade “1-0-0” do árbitro. Parelho, o prélio só poderia levar-lhes ao vexame, de onde jamais sairiam sem ajuda Global ou das maracutais de bastidores.


Desfrutando de um momento há muito planejado, o Palmeiras esbanjou superioridade sobre o adversário, vencendo pelo placar mínimo por puro capricho de um teimoso travessão. Ladeira abaixo, nosso patético devedor de marmita, mal ofereceu perigo ao gol do Weverton.

A  verdade é que não há treinador que consiga pilhar os jogadores como o Scolari. É um não sei o quê de tripa e coração que poucos resistem. Ainda mais sob nosso ultra passional manto alvi-esmeraldino. Scolari é nossa cara. Nosso coração em campo. Visceral, emocional, espiritual.

Nossa equipe não jogou com um time “reserva”, como tentou apregoar a impren$inha. Acontece que o Palmeiras tem uns 18 titulares. Dá-se ao luxo de dispor de jogadores atuando 1x por semana, dentro de um calendário insano! Fruto do planejamento, do poder aquisitivo de sua fantástica coletividade que dá retorno à cada um que ousa lhe associar o nome.

Assim, entramos com uma zaga alternativa que deu conta do recado. Laterais com fôlego e meio campo intenso, que se recusava a ceder a posse de bola ao adversário. E o ataque com um elemento surpresa, chamado Deyverson.

Deyverson é daquelas enganações do futebol oriundo de um sagaz empresário. Sabe que vale mais pelo que representa do que pelo futebol que joga. E tudo bem! Continue assim, chamando a atenção na base do siricutico porralouca, enquanto vai dando assistência e metendo caixa vez por outra. Deixa que que digam, que venham e que falem... enquanto isso seguimos vencendo. Show Deyverson!

O time ainda segue com claras deficiências, como quando permanece prostrado ante uma boa marcação no meio campo, sinal claro da ausência de um 10 líder, função a qual o Moisés ainda se esforça pra alcançar. Mas nada que comprometa a lua-de-mel em que o time e torcida vivem com seu treinador.

Felipão! É Deus no céu e tu na terra! Vai que vai, guerreiro! Aglutina a massa, concatena o grupo, empodera essa família que tanto o admira. Largos sejam os caminhos que nos acolhem. Vastos sejam os prados por onde, com mais e mais vontade, nosso manto brilha e reina, impávido, categórico e imperativo no panteão de onde jamais deve sair. Por honra e desígnio do destino. Por amor e paixão desta tua inflamada torcida... segue e vence, PALMEIRAS!

Avanti 1 milhão.


Torne-se Sócio Avanti.

Contrato de Adesão ao Programa Avanti.


14.99/mês.        34.99/mês.               64.99/mês
119.99/mês.     214.99/mês.           649.99/mês. 

domingo, 9 de setembro de 2018

Mais uma guerra desnecessária.

Nação Palestrina.

Leitura de uma confusão anunciada.

O Deyverson recebeu cartão amarelo, por usar a mão no rosto do jogador corintiano, correu o risco de levar um segundo amarelo e o vermelho, por simular uma agressão numa disputa de bola com o Cássio.

Vendo que isso não terminaria bem, o Felipão mesmo expulso, tirou Deyverson.

Porém, o Deyverson saiu de campo provocando os corintianos, o que acabou gerando aquela confusão.


Não feliz, o Deyverson, já no banco, continuou provocando os nosso rivais, a ponto do Paulo Turra ter enquadrado o Deyverson.

Ou ele ficava quieto ou iria para o vestiário, o que foi suficiente para o Deyverson começar a chorar no banco e claro, a assessoria de imprensa do verdão proibiu o nosso desequilibrado atacante a não dar entrevista ao final do jogo.

Na entrevista coletiva, o Felipão disse que "precisa ajustar alguma coisa nele".

Para bom entendedor...

Mas para não ser injusto, o Deyverson fez o gol, lutou, dividiu e mostrou vontade o tempo todo, falta equilíbrio emocional, o mesmo que tanto pedimos ao Felipe Melo.

O Felipão precisa colocar "arreio nos rebeldes" antes que um deles faça uma merda daquelas.

Avanti 1 milhão.


Torne-se Sócio Avanti.

Contrato de Adesão ao Programa Avanti.


14.99/mês.        34.99/mês.               64.99/mês
119.99/mês.     214.99/mês.           649.99/mês. 

segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Virando o jogo em 3 de setembro.

Nação Palestrina.

REPUBLICANDO.

Por Mauro Beting 

O primeiro título que lembro foi bebendo Guaraná caçulinha que sobrou da minha festa de 6 anos. 3/9/1972. Palmeiras campeão paulista invicto no empate sem gols contra o São Paulo.
Mais 14 anos, 3/9/1986, Kita fez 1 a 0, Denys falhou e foi 2 a 0, Amarildo diminuiu, a bola do Éder raspou a trave no fim. No Morumbi, Inter de Limeira 2 x 1, achei que não veria mais título na vida. Na madrugada, nosso goleiro Martorelli chegou em casa arrasado, a mulher tinha ficado nervosa, a criança chegou antes da hora.
Mais 12 anos. 3/9/1998. A bolsa da mãe rompeu na véspera, meu aniversário. 16 horas de trabalho de parto. Até que o que havia sido o dia do primeiro título em 1972 e o do maior vexame em 1986 vira um eterno 3 de setembro de alegria. Nasceu meu mais velho. Luca.
Faz 20 anos. E parece que foi ontem. Os 46 de 1972 parecem décadas. Os 32 de 1986 parecem flagelos no inferno. Mas os 20 do meu mais velho só me deixam mais novo.
Até porque mostram que não têm derrotas definitivas como a de 1986. Ela serviu para crescermos. E deixar 12 de junho de 1993 ainda melhor e maior. O 3 de setembro de 1998 virou o jogo. História. Alegria eterna.
Não é só uma partida. É o jogo da nossa vida. Com vitórias e invencibailidades como 1972. Derrotas e vergonhas como 1986. E a alegria de ser pai mais do que ter filho como 1998.


Avanti 1 milhão.


Torne-se Sócio Avanti.

Contrato de Adesão ao Programa Avanti.

14.99/mês.        34.99/mês.               64.99/mês
119.99/mês.     214.99/mês.           649.99/mês. 

sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Torcedores e 'analistas' lixos !

Nação Palestrina.

É inacreditável como tem alguns palmeirenses creditando ao filha da puta do Felipe Melo a "noite épica" ocorrida no Allianz Parque.

Até quando esses bostas, torcedores do Palmeiras, vão 'glorificar' aquele lixo chamado Felipe Melo ?

Aquele merda quase nos fez perder uma classificação fácil, e alguns o colocam em um pedestal.

Esse blogueiro não entende a necessidade que alguns palmeirenses tem de enaltecer um atleta 'raçudo', na definição deles, marginal na minha.

Tudo o que aconteceu ontem, acaba evidenciando o desequilíbrio emocional do Felipe Melo em um 'jogo chave'.


Desequilíbrio que poderá colocar em xeque os nossos objetivos em 2018.

Ainda mais que esse desequilíbrio é visto como raça por alguns imbecis.

Lamentável !

Avanti 1 milhão.


Torne-se Sócio Avanti.

Contrato de Adesão ao Programa Avanti.

14.99/mês.        34.99/mês.               64.99/mês
119.99/mês.     214.99/mês.           649.99/mês. 

Vagabundos !

Nação Palestrina.

Até quando o F.Melo e o Deyverson irão foder com o Palmeiras ?

Cachorro louco ?

O F. Melo é um jaguara e nada mais !


Avanti 1 milhão.


Torne-se Sócio Avanti.

Contrato de Adesão ao Programa Avanti.

14.99/mês.        34.99/mês.               64.99/mês
119.99/mês.     214.99/mês.           649.99/mês.