domingo, 23 de maio de 2010

Caras pintadas e mascarados, não confundam!

Nação Palestrina.

Quando alguém disser a você : - Não adianta protestar. Não acreditem.

Quando alguém chegar até você e resmungar : - Não há nada a fazer. Fiquem com a famosa pulguinha atrás da orelha.

Quando alguém escrever que a voz de uma nação não surti efeito, tenha a certeza que este está a serviço de uma gravata.

O que seria do Brasil se os caras pintadas tivessem ficado em casa resmungando para si mesmos ?

Foi o protesto nas ruas de todo o Brasil que derrubaram o presidente Collor, escrevendo assim, uma das maiores vitórias jamais vista, a vitória do povo.

Poderia aqui enumerar várias situações onde a voz do povo regeu os rumos da humanidade.

Mas, não quero me alongar muito, então você palmeirense, saiba distinguir um cara pintada de um reles mascarado que trabalha para os engravatados.

Agora,olhe a foto abaixo e diga com todas as letras que não adianta protestar.


Créditos:Aquivo UOL

Já vocês, aguardem que o seu protesto se transformará em uma grande vitória, um dia.

Créditos:globoesporte.com
Saudações Palestrinas.

terça-feira, 18 de maio de 2010

Miguel Nicolelis

Nação Palestrina.

A muito tempo,deixei de assistir muitos programas de Tv aberta e a cabo por não querer prestigiar e muito menos dar audiência a alguns "jornalistas",comentaristas e programas esportivos sensacionalistas.

Porém,ao trocar de canal,as vezes nos deparamos com alguns desses programas,e neste sábado ao trocar de canal me deparei com o programa de um dos maiores vermes da Tv brasileira,o tal do Juca entrevista do J.Kfouri.

Mas,o que me chamou a atenção foi o entrevistado e por isso acabei perdendo o meu tempo e assisti parte da entrevista.

O entrevistado foi Miguel Nicolelis,um dos maiores médicos e cientistas do mundo e palmeirense.

Por isso continuei assistindo até ficar enojado,o curioso é que desta vez fiquei enojado não com o entrevistador e sim com o entrevistado.

O verme J.K fez uma pergunta simples ao Sr Nicolelis: - Palmeiras ou seleção brasileira?

Resposta:Seleção brasileira.

Ele disse que seleção é emoção,que sempre chora com o hino e coisa e tal.

Após Miguel Nicolelis responder essa pergunta o J.K olhou para a camera e deu aquele sorrizinho ironico que todo palmeirense conhece bem.

Depois dessa entrevista toda a admiração que eu tinha por Miguel Nicolelis caiu por terra.

Hoje,para mim o Sr.Nicolelis não passa de um consumidor,como diz o Barneschi,do Forza Palestra.

Para encerrar este assunto,o grande Joelmir Betting disse :

"Explicar a emoção de ser palmeirense,a um palmeirense,é totalmente desnecessário. E a quem não é palmeirense… é simplesmente impossível"

Alguém precisa explicar isso para o Sr.Nicolelis,ou melhor,deixa para lá,é impossivel explicar o que é ser palmeirense.

--------------------------------

Faxina.

Fora Belluzzo

Fora Traffic(o)

Fora Cipullo

Fora Zago ( Já era )

Fora Diego Souza

Ps:Depois do Belluzzo bancar a contratação do Obina e em seguida demiti-lo,e agora bancar a contratação do AC.Zago e também demiti-lo,o nosso economista entra para a minha lista da faxina necessária na diretoria.

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Minha Seleção

Nação Palestrina.

Ao contrário de muita gente,eu entendo os motivos que fizeram,pelo menos eu acho,o treinador Dunga convocar uma seleção onde não consta os garotos sensações do futebol brasileiro,aqueles dois do Santos.

O Dunga,assim como a maioria dos jogadores da seleção,foram em sua maioria humilhados de inumeras maneiras,e assim,foram aos poucos se fechando.

Toda vez que o nosso treinador era criticado,os jogadores o defendiam e quando a critica era destinada aos jogadores,o Dunga era o escudo deles.

Por tudo isso,eu acredito,que se o Dunga chamasse outro jogador,o time se sentiria traido e perderiam a confiança nele e,colocaria em risco tudo aquilo que ele pregou com este grupo nos últimos anos.

Acredito sim que ele fez a coisa certa,resta saber o que isso vai dar.

Agora,desconsiderando tudo isso,eis a minha seleção.

Goleiros:


Júlio Cesar:Titular absoluto.

Doni:Piada,colocaria o Marcos,segundo goleiro.

Gomes:Piada II,colocaria o Fábio do Cruzeiro.

Zaguerios :



Para mim o único setor indiscutivel.

Lúcio:Titular absoluto.

Juan:Titular absoluto.

Luisão:Não é lá grande coisa,mas toda vez que entra não compromete,isso já é ótimo.

Thiago Silva:Ótimo zagueiro,vai brilhar na próxima Copa.

Laterais:


Nem um dos quatro me agrada,mas levando em consideração que o futebol brasileiro não revela a muito tempo bons laterais,o último grande jogador nessa posição foi o Roberto Carlos,hoje em fase final de carreira,prefiro então,apostar no entrosamento destes.

Volantes:



Felipe Melo:Bom,pode estar no grupo.

Gilberto Silva:Experiência na marcação,considero isso indispensavel.

Josué:Ridiculo,aqui entra a maior injustiça na Era Dunga,não ter dado chance para o Pierre.
Ambos tem exatamente a mesma função,apenas marcação e bom passe,Pierre é muito melhor.

Kleberson:Não me agrada nem um pouco,por isso prefiro o Sandro,jovem e muita personalidade.

Meias:


Kaká:Mascarado,mas indiscutivel.

Ramires:Não gosto dele,no seu lugar daria uma chance ao ganso.

Elano:Não cheira nem fede,polivalente,pode ser útil.

Júlio Baptista:Não é brilhante,mas sempre sai do banco e se dá bem.

Atacantes:


Luis Fabiano: Por sua fase,indiscutivel.

Robinho: Mascarado,mas não vejo muitos atacantes melhor que ele.

Nilmar: Nunca gostei dele,de bom apenas a sua velocidade e só!
No seu lugar colocaria o Kleber,que é o segundo jogador mais injustiçado na Era Dunga.

Grafite:Mesmo com sua boa fase na Alemanha prefiro o Adriano(estou desconsiderando sua vida pessoal onde ele não passa de um corno)

Alguém concorda?

terça-feira, 11 de maio de 2010

No cú do Belluzzo.

Nação Palestrina.

A incompetência dessa merda de diretoria é cada vez mais revoltante.

Não basta sermos humilhados dentro de campo por esse monte de lixo que insistimos em chamar de jogadores.

Não basta sermos humilhados por jogadores que mandam a torcida tomar no cú.

Não basta nos tornarmos refém do J.Háwilla e da sua empresa Traffic(o).

Não basta jogarmos tanto dinheiro fora em contratações fracassadas e acões de marketing ridiculas.

Precisavamos também sermos humilhados pelo nosso patrocinador e adivinhem?

O Belluzzo e sua corja conseguiram.

O nosso grande economista induzido por Seraphim Del Grande e Cipullo tentam descumprir o contrato assinado com a Samsung,que corretamente reagiu e ganhou na justiça o direito de permanecer com sua marca em nosso manto.

Fico muito feliz que a Samsung tenha ganhado por dois motivos.

Primeiro,para mostrar ao Belluzzo,Del Grande e Cipullo o quanto eles são uns otários e talvez aprendam a respeitar um contrato assinado.

Segundo,porque essa tentativa em romper contrato com a Samsung não é só porque eles conseguiram um proposta melhor,mas também,enfim,essa corja vai finalmente conseguir manchar nosso uniforme com mais um patrocinio,agora nos calções.

Mais um passo para transformar o Palmeiras em um time pequeno.

O que já somos a muito tempo.

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Quem você foi numa vida passada?

Nação Palestrina.

Identidade é muito mais do que um documento com nome e uma foto de otário.

Identidade é saber quem você foi e quem você é.

Conheço,todas as minhas vitórias e meus fracassos e em todos os meu fracassos sempre houve muita luta.

Luta essa,que sempre me mantiveram de cabeça erguida mesmo que derrotado eu tenha sido.

Do que vale uma vitória sem luta?

Uma derrota numa guerra vale mais do que uma vitória sentado no sofá.

O Palmeiras para mim sempre representou isso.

Nós,desde 1914,lutamos contra a repressão e contra uma origem que não era brasileira,mas sempre com suor e sangue vencemos todo o tipo de retaliação.

Retaliação que nos obrigou a trocar de nome e quase nos fez perde um patrimômio conquistado por palmeirenses de caráter.

Caráter,ahhh como era bom enxergar isso no Palmeiras,como sinto falta disso.

Hoje,vejo muitas coisas no Palmeiras,ou melhor,naqueles que comandam o Palmeiras,mas caráter,não vejo.

Suor,sempre tivemos,suamos para construir nosso patrimônio,suamos para nos tornarmos o campeão do séculoXX.

Hoje e já a algum tempo,não vejo mais isso,e futuramente não vão permitir que nem os torcedores suem pelo time,afinal estaremos confinados ao ar condicionado na tal Arena.

Guerra,uma de minhas palavras preferidas.

Vencemos inumeras guerras dentro de campo,vencemos a 2° guerra mundial e hoje,estamos perdendo uma guerra onde só à palmeirenses.

Poder,a guerra pelo poder.

É a guerra que estamos perdendo,desde mustafá,passando pelo Della Monica e chegando no Belluzzo,sem esquecer é claro dos nossos conselheiros,criadores da guerra,onde não a vencedores,muito pelo contrário,são 16 milhões de derrotados.

Vitória,quantas vitórias do nosso verdão eu tive o privilégio de presenciar.

Em 1995,primeiro jogo contra o Grêmio no Olimpico,perdemos por 5 a 0 e na volta vencemos por 5 a 1 e fomos desclassificados.

1999,Palmeiras 0 Manchester 1 e perdemos a Copa Toyota.

Duas derrotas,mas que para mim foram vitórias,porque eu vi aquilo que me fez ainda quando criança torcer pelo Palmeiras,ou seja,guerra,luta,amor,honra.

Hoje,o Palmeiras tornou-se aquilo que nossos rivais sempre desejavam.

Um clube fraco,perdedor ou melhor,acostumado com o fracasso,ou melhor ainda,dirigido por palmeirenses que não se importam com o fracasso.

E,para piorar,um conselho que torce pelo fracasso do clube,quanto pior,melhor.

Assim,os senhores construtores da guerra,vencem.

Vitória do conselho,derrota do Palmeiras.

E por 10 anos,assim como aqueles outros 16 anos,nos tornamos apenas,um nada.

sábado, 1 de maio de 2010

A Ilha do volei.

Nação Palestrina.

Peço permissão a todos os palmeirenses para prestar minha homenagem ao time de volei do Florianópolis/Cimed que conquistou nessa manhã o Tetra-Campeonato(Tri-consecutivo) da Superliga de volei masculinho.

A equipe comandada pelo levantador Bruninho,filho do técnico Bernadinho,não deu a minima chance para os mineiros e levantou mais um caneco.

Eu como catarinense comemorei muito esse titulo e com certeza todo o estado de Santa Catarina também comemorou.

Santa Catarina infelismente não possui grandes times no futebol,a nivel nacional,mas em se tratando de outros esportes os clubes catarinenses mostram a sua força,como no volei com o Florianópolis/Cimed e no futsal com o multi-campeão Malwee/Jaraguá.

Os dois clubes mais vencedores do esporte catarinense.

Enfim,parabéns aos Tetra-Campeões!

Ponto negativo da final.

A final da Superliga foi realizada no ginásio do Ibirapuera em São Paulo,templo do volei brasileiro ao lado do maracanazinho e mineirinho.

Nada contra esses ginásios!

Mas considero uma palhaçada e uma falta de respeito ao estado de Santa Catarina e Minas Gerais retirar as finais da Superliga desses estados.

A final foi realizada em apenas um jogo e em estado neutro.

Isso é ridiculo!

O catarinense e o mineiro que acompanhou os seus respectivos times o ano inteiro foram assim impedidos de ver os melhores jogos do ano,que deveriam ser AS e não A final.

Um playoff de 5 jogos com a grande final na casa do time com a melhor campanha,como deveria ser.

Espero que essa putaria e esse atentado ao volei brasileiro cometida pelo presidente da CBV Ary Graça seja corrigida para a próxima temporada.