sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Palmeiras x Ponte Preta.

Nação Palestrina.

A Sociedade Esportiva Palmeiras venceu a segunda partida seguida e volta, eu ainda não, a acreditar no título.

O Palmeiras, na minha opinião, vai entrar na disputa pelo título novamente se, o famoso "se", o verdão ganhar os dois próximos jogos e o Corinthians tropeçar pelo menos uma vez nas duas próximas rodadas.

Nesse domingo, o Palmeiras enfrentará um provável mistão do Grêmio, que poupará vários jogadores para as semifinais da Libertadores.

E em seguida, jogará contra o cruzeiro.

Vale lembrar que, enquanto o Palmeiras disputa esses dois jogos, o primeiro fora e o segundo em casa, o Corinthians joga duas fora, contra o Bota Fogo, disputando a última vaga na Libertadores e a desesperada Ponte Preta, que com a derrota de hoje ficou em situação complicada.

"Se" o Palmeiras vencer os dois jogos e o Corinthians perder um, chegaremos no clássico, com 6 pontos a menos e poderemos diminuir para 3, se vencermos o Derby.

Enfim...

Sobre o jogo.

Gostei do "contexto" geral, mas fiquei extremamente preocupado com o nosso setor defensivo, principalmente nas laterais.

Tanto o Egídio, quanto o Mayke não conseguiram  recompor a nossa defesa nos contra-ataques da equipe de campinas.

Principalmente nas costas do Egídio.



Tanto é que, as principais chaces de gol da Ponte foram pelo lado esquerdo da nossa defesa.

Espero que o Valentim tenha percebido isso.

Contra o Grêmio, mesmo desfalcado, não podemos cometer esses erros.

Para encerrar, é bom ver o Keno confiante, coisa que não se via nos últimos tempos.

 E claro, o Borja, tomara que o Valentim consiga aproveitar esse atleta.

Ele é um ótimo jogador, mas não conseguia se encaixar no esquema do Cuca, que o obrigava a jogar à quilômetros da área adversária.

Saudações Palestrinas.

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Simples assim, sem invencionice.

Nação Palestrina.

Sem inventar, o técnico interino Alberto Valentim montou a equipe da maneira mais simples possível.

Para alguns cegos e paspalhos, o Valentim posicionou o time do mesmo jeito que o Cuca vinha fazendo. 

Com certeza esses paspalhos, não perceberam que o Bruno Henrique ficou mais contido na marcação, ao contrário do Jean, sacado, e que auxiliava muito o ataque, e por consequência, deixava o nossa defesa mais vulnerável.

Além disso, OBRIGADO VALENTIM, o Deyverson deu lugar ao Keno, mas o trabalho de "pivo" ficou para o Willian bigode.



Porém, a função do Willian, em teoria, a mesma do Deyverson, foi muito mais eficaz.

Willian, dava o primeiro combate sem a bola, mas quando o verdão recuperava a bola, ele partia para a área.

Já o Deyverson, jogava muito recuado, com ou sem a bola.

Ahh, mas o adversário era o Atlético (GO).

É verdade, mas no primeiro turno no Allianz Parque, o verdão venceu no sufoco por 1 a 0.

Outra mudança do Valentim nesse jogo, foi a NÃO marcação pressão, uma marca registrada do Cuca, mas que vinha deixando a equipe visivelmente cansada no segundo tempo.

O time ganhou o jogo de forma natural, sem precisar fazer pressão, sem o desespero de fazer o primeiro gol e sem a afobação para aumentar o placar.

Enfim, o mais importante, a vitória, e a caminhada rumo a vaga na libertadores.

Menos do que isso, vai da merda para esses jogadores.

Saudações Palestrinas.

domingo, 15 de outubro de 2017

Elenco na mão.

Nação Palestrina.

Ano passado, o início da "Era" Cuca no verdão foi acompanhada de 4 derrotas consecutivas e uma dolorida eliminação na primeira fase da libertadores.

Mas, mesmo com tantas reveses em tão pouco tempo, a expectativa em torno do seu trabalho era das melhores, porque ele tinha algo indispensável em um clube de futebol.

Elenco na mão.

Esse foi o diferencial para a caminhada do verdão rumo ao título do brasileirão 2016.

E, foi exatamente a falta desse diferencial que culminou com a temporada fracassada desse ano.

O comandante alviverde perdeu o elenco, e quando isso acontece, nada mais funciona.

Antes, em 2016, Cada jogador, não apenas acreditava no Cuca, como também, cada jogador jogava pelo Cuca.

Diferentemente do que aconteceu esse ano.

O caso Felipe Melo não foi a única situação desagradável ocorrida na Academia de Futebol, existem outros problemas de relacionamento, com o treinador, que foram abafados e que não chegaram ao conhecimento geral.

E essa será a primeira missão que o novo comandante alviverde terá que resolver.

Unir um elenco rachado pela soberba e pela discórdia.

Engana-se quem pensa que o futuro comandante palestrino terá vida fácil.

O Palmeiras tem o melhor estádio do Brasil.

O Palmeiras tem o melhor Centro de treinamento.

Também temos a melhor situação financeira.

Mas nada disso será suficiente se o próximo treinador não conseguir controlar o EGO dos atletas.

--------------------------

Cuca

Boa sorte e obrigado pelo título brasileiro de 2016.

Saudações Palestrinas.

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Fracasso anunciado.

Nação Palestrina.

A seleção brasileira, que já garantiu a classificação para o Mundial do ano que vem, trará a campo, para o jogo no Allianz Parque, algo que infelizmente não entra na cabeça do treinador Cuca.

Sequência !

Mesmo classificado para a Copa, o Tite manteve, não apenas o elenco, mas o time que vem jogando.

Isso faz com que o time titular consiga algo que faltou ao Palmeiras em toda a temporada.

Entrosamento.

Hoje, a Seleção brasileira faz a sua última partida nas eliminatórias, e mesmo classificada, a seleção vem com o que tem de melhor, sem poupar ninguém. 

O treinador da seleção disse em entrevista :



- Não posso desestruturar a equipe. Mexo no goleiro, na lateral... Normalmente são duas mudanças. Se mexer demais, perde a organização, a coordenação e a preparação para o Mundial. 

Quando começa a mexer nos três setores, essa oportunidade se perde em função da falta de estrutura. Por isso que tomei o cuidado de não mexer excessivamente. Porque aí você vira ''Professor Pardal'' .

Tudo isso, dito pelo Tite, foi exaustivamente mencionado nesse blogue e em outros poucos blogues palmeirenses.

Hoje, o Palmeiras está pagando caro por ter realizado aquele maldito rodízio de jogadores.

E não foi por falta de aviso.

* O goleiro Ederson será testado como titular, ou seja, um teste, não meio time.

Saudações Palestrinas.

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

O Padre te benzeu com água parada.

Nação Palestrina.

Qualquer pessoa que se dispõe a escrever em um blogue, seja de noticias ou apenas para expressar a sua opinião, está sujeito a ser alvo de inúmeras criticas.

Algumas construtivas e outras destrutivas.

Já passei por isso, aqui nesse espaço.

Mas o que me fez redigir esse texto foi a procura por "justiça" dos moralistas de plantão que se escondam atrás da "liberdade de imprensa" para atacar as mais variadas instituições e pessoas.

Jornalistas covardes e teleguiados, muitos movidos a dinheiro, pago por pessoas que querem ou precisam que determinadas pessoas sejam desmoralizadas, mas como esses merdas não tem coragem de faze-lo pessoalmente, pagam a "jornalistas" para que o façam.


Os covardes que se escondem atrás da liberdade de imprensa.

Nessa linha, o "comentarista" Juca Kfouri em sua última postagem, escreveu sobre a iniciativa de um dos mais canalhas e leprosos "jornalistas" esportivos que temos no Brasil, Mauro Cezar Pereira, que decidiu levar ao M. Publico uma relação de  comentários, feitos em seu blog e também nas redes sociais, que ele julga ofensivo, para ser analisado pelo chamado núcleo de crimes cibernéticos.

Esse "jornalista" faz parte daquela famosa "bancada moralista", donos da "ética e da honestidade" que impregnam o jornalismo esportivo nacional.

Agora, a "vitima" "ofendida" procura a justiça para tentar calar, a liberdade de expressão, a mesma liberdade de expressão que ele e seu amigo Juca Kfouri usam para atacar e difamar inúmeras instituições e pessoas.

Inacreditável como um ser humano consegue ser tão patético!

Como diria a minha falecida avó, eles foram batizados com água parada.

Saudações Palestrinas.

domingo, 1 de outubro de 2017

Tolerância zero!

Nação Palestrina.

Paciência tem limite, e a minha acabou.

Quem acompanha esse blogue sabe que defendo a saída do treinador Cuca por inúmeros motivos e após a derrota para o Santos a minha convicção prevalece.

Responsável direto pelas eliminações na Libertadores e Copa do Brasil, o nosso treinador perde para a sua teimosia, jogadores "queridinhos" e opções táticas de visível fracasso.

No jogo de ontem, a chuva atrapalhou bastante, ainda mais num gramado recentemente plantado.

Mas como todos sabem, menos aquela meia duzia de cegos e postulantes a vagas na sala de imprensa na academia de futebol, o campo estava ruim para os dois times.

No jogo de ontem, as inexplicáveis escalações de Zé Roberto e Deyverson, e pior, a não substituição do mesmo Deyverson foi a gota d'agua para mim.


A estupidez em escalar o Zé Roberto foi tamanha, que o treinador palestrino teve que enfiar a cabeça num buraco e substitui-lo remove-lo do gramado no intervalo devido as inúmeras investidas da equipe santista pelo lado esquerdo, assim queimamos uma substituição para corrigir a sua bizarrice em escala-lo.

E claro, a insistência no tal do Deyverson.

Esse atleta, além de ser limitado, joga fora de sua posição.

Na Espanha, ele jogava como um centroavante, ou seja, infiltrado na defesa.

Já no "esquema" do Cuca, o Deyverson sai da área para buscar o jogo.

Falando a modo grosso, ele 'faz uma parede' ou seja, 'retenção de bola' para a passagem dos laterias ou dos meias.

Mas isso tem um preço, aquele que deveria estar na área para finalizar, ou seja, ele mesmo, nunca está lá.

Esse 'esquema', foi um fracasso com o Lucas Barrios, que é muito mais jogador que o Deyverson, com o Alecssandro, com Borja e com o próprio Deyverson.

O que é preciso para ele enxergar isso?

Talvez sua demissão o faça!

Tolerância zero II.

 Ano passado o Cuca encheu o Saco com a indecisão dele se ficava ou não.

Agora de novo !

Vai se fuder!

O que falta para você decidir se vai ficar ou não ?

Não quer ?

Vaza, pau no cú.

Saudações Palestrinas.

sábado, 30 de setembro de 2017

“Há quem defenda os seus erros como se estivesse a defender uma herança.” EDMUND BURKE

Nação Palestrina.

Por incrível que pareça, existem pessoas que preferem continuar insistindo nos seus erros à ter a grandeza em admitir que errou.

O treinador do verdão chegou a admitir que não conseguiu encontrar a formação ideal do time, o que considero um gesto de hombridade da sua parte, apesar do mesmo Cuca não admitir que errou ao fazer aquele rodízio de jogadores.



Nessa mesma linha, parabenizo o M. Galiotte por admitir que errou no planejamento e assumiu ter errado ao virar as costas para as categorias de base e ainda garantiu que o Palmeiras terá no minimo 5 jogadores da base para o próximo ano, entre eles o João Pedro, formado na nossa base e que está na Chapecoense.

Já havia escrito aqui, a incompreensível ausência de jogadores da base em um elenco de 33 jogadores.

O primeiro passo para corrigirmos os nossos erros é admiti-los.

Boa perspectiva para 2018.


---------

A semana foi boa.

Sempre tenho um bom pressentimento quando o Cuca diz que a semana de treinamento foi boa.

Ao contrário do pressentimento que tenho quando ele diz que não tem tempo para treinar.

Cruzeiro.

Preocupante o fato do Cruzeiro ter ganhado a Copa do Brasil, analisando a questão da "vontade" do time mineiro no restante do brasileirão.

Após o título, o Rafael Sóbis, numa puta falta de profissionalismo, admitiu que estava a 3 dias sem dormir e que estava indo para a academia bêbado.

Além disso, na quarta-feira depois da conquista, os jogadores foram merecidamente festejar.

Na quinta-feira, o que deveria ser de descanso para voltar as atividades, os atletas foram para outra noitada, desta vez em um baile funk.

Vale lembrar que os cruzeirenses enfrentam o Corinthians nesse domingo.

Em que condições esses merdas estarão para enfrentar o Corinthians ?

É um jogo chave para as pretensões de Grêmio, Santos e Palmeiras.

Infelizmente o que nos resta é aguardar.

Saudações Palestrinas.

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

A imprensa é toda corintiana.

Nação Palestrina.

Aproveito o gancho do volante/zagueiro Rodrigo Caio para voltar num assunto já bem difundido e que causa a inveja e a fúria da imprensa corintiana.

O patrocínio Crefisa/Fam.

Desde janeiro de 2015, quando começou a parceria, os rivais já davam sinais da sua inveja.

No início o "ciúme"  não vinha dos "amantes" de Itaquera, mas sim do universo rosa que fica ao lado da Academia de Futebol.

O São Paulo foi um dos clubes procurados pelas empresas Crefisa/Fam, e os leonores, no auge de sua prepotência, acharam que poderiam passar a perna na titia Leila e se fuderam.

Assim, o Palmeiras fechou com as empresas para o biênio 2015/2016.

Em 2015, o Palmeiras tinha o patrocínio da Crefisa e Fam (master), Prevent Senior (Omoplata) e Tim (dentro do número dos jogadores). Além disso, estavam sendo negociados os calções e meiões.

Num total aproximado de 50 milhões de reais.

Porém, a Leila e José Roberto Lamacchia satisfeitos com o sucesso da parceria resolveram comprar todos os espaços no uniforme palestrino.

Para isso, teriam que fazer uma oferta maior do que todos os patrocinadores juntos.

Resultado : 58 milhões, 8 milhões a mais.

Isso ainda em 2016. 

Lembrando que o contrato iria até dezembro daquele ano.

Em 2017, renovação, 72 milhões para esse ano e 78 milhões para 2018.



Esses valores para os cofres palestrinos.

Os 100 milhões, citados pela imprensa e rede sociais, é decorrente da ajuda das empresas nas contratações e também em alguns vencimentos.

Tudo isso, causou a ira da imprensa corintiana.

E, os ataques à Leila e José Roberto Lamacchia começaram e ganhar força.

Fizeram de tudo, através de blogues e programas esportivos descarregaram as mais variadas mentiras.

Uma faxineira que poderia ganhar 500 milhões de reais da crefisa de indenização até a "obrigatoriedade" em escalar jogadores trazidos com a ajuda da Crefisa.

Essas foram algumas das "noticias" da "imprensa" para difamar os parceiros do verdão.

Eu imagino a festa que esses merdas fazem a cada tropeço do Palmeiras na temporada.

Mas, o brasileirão ainda não acabou, e ano que vem, se for bem planejado pela nossa diretoria, a dor de cotovelo da imprensa corintiana vai ser maior ainda.

Mas, ai é outra história.

Saudações Palestrinas.

domingo, 24 de setembro de 2017

Vingança gratuita.

Nação Palestrina.

É surpreendente a raiva que alguns palmeirenses tem para com o volante Gabriel, hoje no Corinthians.

Não defendo o gesto que ele fez para a torcida rival, atitude grosseira, mas levando em consideração que o "gesto" foi para os são paulinos. TÁ valendo, com certeza elas eles gostaram.

Mas repito, a raiva dos palmeirenses é inexplicável.

O Gabriel chegou ao Palmeiras em 2015, tornou-se titular absoluto, ganhou a Copa do Brasil daquele ano e o brasileirão 2016.

Acabou se machucando e ficou um longo período sem jogar.

O Gabriel saiu do verdão, não por culpa dele.

Ele saiu porque os "gênios" A.Mattos e M. Galiotte acharam que por trazer o Felipe Melo não seria necessário ficar com o Gabriel.

Então, ele foi para Itaquera, e daí ?

Ele deveria mudar de cidade só porque alguns palmeirenses não queriam ele no Corinthians ?

Fala sério!!

Continuo sendo fã do Gabriel, guerreiro!!

---------

Rodrigo caio

Se você não retirar o que você disse, a partir de hoje sou seu fã.

Para quem não entendeu, o Rodrigo Caio, volante do São Paulo, indignado com os jornalistas sem ética e sem compromisso com a verdade, disparou.

"A IMPRENSA É TODA CORINTIANA"


Não que seja novidade, mas pela primeira vez um jogador em atividade teve a coragem de dizer isso num microfone, para quem quiser ouvir.

Saudações Palestrinas.

sábado, 23 de setembro de 2017

Sem razão para... mas apoiarei se...

Nação Palestrina.

Nos últimos dias foi noticiado, novamente, a possibilidade do Palmeiras contratar o Lucas Lima.

Para os desavisados, algumas considerações .

O Lucas Lima não quer jogar no Palmeiras. Quem quer que ele jogue no clube é o empresário dele.

Os motivos são óbvios :

Atualmente o Palmeiras, mesmo sem ganhar nada, é o clube de maior exposição no Brasil.

O Palmeiras é o clube de maior poderio financeiro.

O Wagner Ribeiro, mesmo com uma temporada ruim do Palmeiras, sabe que o verdão é o clube que mais tem condições de montar um elenco forte para as próximas temporadas.

E ainda tem ...

Allianz Parque, o melhor estádio do Brasil.

Academia de Futebol, agora, o melhor ou um dos melhores centro de treinamentos do mundo.

Um patrocínio de 100 milhões de reais, acreditem, empresários levam isso muito em conta.



O Lucas Lima já tem 27 anos e para conseguir uma grande oferta pelo atleta, o empresário e os demais que possuem "fatias", precisam que o atleta tenha uma super exposição.

E, se o presidente do Palmeiras e o Alexandre Mattos acertarem o seu planejamento para a próxima temporada, o Palmeiras poderá montar um grande time a ponto de ganhar, não tudo, não vamos cometer novamente esse erro, mas ganhar as principais e mais importantes competições. 

Tudo isso é atrativo para que o empresário queira o Lucas Lima no verdão.

Agora, minha opinião...

Sem razão para...contrata-lo.

Não tem identidade com o clube e já chegaria com a antipatia da maioria dos torcedores, devido as suas provocações, principalmente em 2015 e na nossa eliminação da Libertadores 2016, quando fomos eliminados na primeira fase.

Mas apoiarei se...contrata-lo.

Não gostaria dessa contratação, mas se ela, surpreendentemente acontecer, apoiarei, pois vaiar ele em campo prejudicaria diretamente o time, não esqueçam que os atletas, mesmo em clubes diferentes são todos amigos.

Vocês lembram que esse ano, a torcida do Palmeiras em um jogo no Allianz Parque, pediu a cabeça do então técnico Eduardo Baptista, e o Dudu, amigo do treinador, protestou contra a torcida, não comemorando o gol que fez naquele jogo ?

Não queremos isso, queremos ?

Saudações Palestrinas.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Perdeu a chance de ficar calado.

Nação Palestrina.

"A SOCIEDADE ESTÁ PRONTA PARA UM JOGADOR FAZER UM GOL E DIZER QUE NÃO FOI ?"

Esse foi o questionamento do treinador Cuca ao ser perguntado sobre o gol de mão do merdinha do Jô.

Cuca...

Você perdeu uma raríssima chance de ficar calado.

DEPLORÁVEL!

É isso o que esse blogueiro pensa sobre essa sua estúpida declaração para "defender" seu amigo da época de Atlético(MG).

Se a SOCIEDADE está pronta para combater o racismo, um jogador está pronto para dizer que fez um gol de mão.

Se a SOCIEDADE está pronta para combater a homofobiaum jogador está pronto para dizer que fez um gol de mão.

Se a SOCIEDADE está pronta para combater a pedofiliaum jogador está pronto para dizer que fez um gol de mão.

Se a SOCIEDADE está pronta para combater o terrorismoum jogador está pronto para dizer que fez um gol de mão.

Se a SOCIEDADE está pronta para combater a violência contra a mulherum jogador está pronto para dizer que fez um gol de mão.

Se a SOCIEDADE está pronta para combater o preconceito religioso, social, sexual, fisico, racial entre outros, um jogador está pronto para dizer que fez um gol de mão.

O que a SOCIEDADE não está preparada é ter que escutar essa babaquice que você proferiu defecou.

Você Cuca, precisa rever seus conceitos.

Amizade não é sinônimo de mentira, desonestidade e falcatrua.

A sua declaração foi pior do que o gol de mão do Jô e pior do que as mentiras dele pós jogo.

A SOCIEDADE sempre estará pronta para a honestidade.

Saudações Palestrinas.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Se você falha em planejar, está planejando falhar.( Lair Ribeiro)

Nação Palestrina.

No dia 31 de agosto escrevi um texto sobre a irresponsabilidade do presidente palestrino em se desfazer das nossas promessas da base.

Quem quiser conferir clique aqui.

Este blogueiro defende a tese de que um elenco de 33 jogadores, pelo menos 5 sejam da base.

É o mínimo que um clube profissional tem que fazer.

Nesse seguimento, muitos jornalistas elogiam o Santos F.C por ser um clube que sempre tem uma grande quantidade de jogadores da base no seu elenco.

É verdade!

Como também é verdade que o Santos não tem o mesmo poderio financeiro do Palmeiras e muito menos a nossa captação de recursos.

Para se ter uma noção, o Palmeiras ultrapassará  a incrível marca de 500 milhões arrecadados no ano, enquanto o clube da baixada não passará da metade desse valor.

O que acaba forçando o Santos a usar muitos atletas da base para compor o elenco e com isso o clube está sujeito a revelar mais jogadores do que os clubes que usam menos as suas categoria de base, o que é o caso do Palmeiras.

Mas, podemos mudar esse quadro.

Ano passado, não me lembro em qual jogo, devido a suspensões e jogadores machucados, tivemos em uma partida 6 ou 7 jogadores da base convocados para o mesmo jogo, 4 deles estavam dentro de campo.

Isso é fantástico para o verdão que não é exatamente um clube formador.

Infelizmente esse ano passamos a ignorar a base, apesar de gastarmos cerca de 12 milhões todos os anos com a mulecada.

Um exemplo, não vejo o Mayke, Egídio e Fabiano, laterais contratados, melhores do que o João Pedro, também lateral e que está na Chape emprestado.

Podem me criticar, mas pelo que os laterais contratados estão jogando, o João Pedro, que é da nossa base, tem vaga garantida num elenco de 33 jogadores.

E, para incrementar as nossas falhas em relação a nossa base, foi noticiado bastante na imprensa tradicional que o Palmeiras ganhará 1 milhão de reais por ter levado o jovem Rodrigo do Novorizontino ao mundial sub-17.


E, ao invés de colocar nesse contrato de um mês uma forte cláusula que garantiria a prioridade na sua contratação, fizemos um contratinho mambembe, tanto é que o Real Madri se aproveitou e ficou com o garoto, sem sequer entrar em contato com o Palmeiras.

Essa é a tônica da nossa diretoria.

Se você falha em planejar, está planejando falhar.

Essa é a cara e o atual momento da nossa diretoria.

Saudações Palestrinas.

domingo, 17 de setembro de 2017

A mediocridade do ser humano.

Nação Palestrina.

A mediocridade é uma atitude, péssima atitude, e uma escolha de vida. 
Não é questão de defeito, mas sim questão de caráter. 
Uma pessoa que escolhe o caminho da mediocridade simplesmente acaba se distanciando dos valores que definem o que cada um de nós será um dia.
Cabeça erguida, firmeza moral é  resultado das suas ações e do seu comportamento.
Uma pessoa de caráter, é alguém com formação moral sólida e incontestável.
--"Eu me joguei na bola, não deu para ver, eu me joguei na bola, não sei onde bateu."
Essa foi a declaração do atacante Jô, ao final do jogo contra o Vasco no Itaquerão.
Caráter, nem todos possuem.
Saudações Palestrinas.

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Onde os fracos não tem vez.

Nação Palestrina.

Não, não me refiro ao filme ganhador do Oscar, apesar do nome do filme e o título desta postagem ser o mesmo.

Hoje, aqui nesse espaço, não falarei de Palmeiras. 

Discutiremos um assunto onde somente os "merdas" do futebol acham "normal" ou até mesmo destacam como "união" o fato da diretoria do São Paulo colocar Muricy Ramalho como "consultor informal"  do treinador Dorival Junior no São Paulo.

Essa atitude é uma das maiores piadas que já tive o desprazer de ver no futebol brasileiro.

Um ex-treinador, que já salvou o time Leonor do rebaixamento num passado não muito distante, retorna agora para "informalmente" tentar salvar o clube "queridinho" da ditadura da segunda divisão.

Isso é uma aberração!!

Não para o São Paulo, um clube de ladrões, um clube conhecido como o time da ditadura, afinal, eles usaram a ditadura brasileira para roubar o patrimônio de clubes com descendência alemã e italiana, nós sabemos bem disso.

Pior será, para Dorival Junior.

Porque ?

Simples, se o São Paulo cair para a série B, todo torcedor leonor colocará a culpa no Dorival.

Mas se escaparem, todos darão o mérito para o Muricy.

Eu, no lugar do Dorival pediria demissão, pois isso será uma mancha na carreira do treinador leonor que jamais ele conseguirá apagar.

Além é claro, que ao aceitar "tal ajuda", o Dorival está assinando um atestado de incompetência,  admitindo que não é capaz de tirar os leonores da rabeira.

Mas, confesso que gostaria de ver o São Paulo cair com dois treinadores, seria a piada do século.

Saudações Palestrinas.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Nenhum obstáculo será grande, se a sua vontade de vencer for maior!

Nação Palestrina.

Obstáculo!

Quais obstáculos que enfrentamos nesse ano a não ser os que nós mesmos criamos?

O fracasso que estamos presenciando nessa temporada foi consequência dos nossos inúmeros erros e não pelos acertos dos adversários, alguém discorda ?

O ano se inicia...

Grêmio e Corinthians, devido a graves problemas financeiros, montam seus elencos com sobras que Palmeiras, Flamengo e Atlético(MG) não queriam.

Quem esperava que um time que contratou o atacante JÔ seria o campeão paulista e lideraria o brasileirão deste ano ?

Quem esperava que o time do Grêmio com Pedro Rocha, Ramiro, Michel, Artur entre outros pudesse fazer uma Campanha melhor do que os "favoritos" que citei acima ?

Nos tornamos prisioneiros da soberba e ela foi crucial para o vexame alviverde em 2017.

Lembro de uma declaração do técnico Eduardo Baptista no início do ano em que ele dizia :

-"O Palmeiras chegou num estágio em que ser vice campeão não serve".

Engraçado, hoje, nem vice conseguimos ser.

Hoje, temos uma vida financeira muito boa, mas não sabemos usufruir desse momento.

Obstáculo!

Não criado pelos nossos rivais.

Criado por uma gestão incompetente.

Por um presidente incompetente.

Precisamos reformular todo o nosso planejamento para 2018.

Desde o inicio.

Tudo o que foi feito nesse ano, esqueça, rasgue, jogue fora.

Nenhum obstáculo será grande, se a sua vontade de vencer for maior! 

Isso é para você Galiotte!

Saudações Palestrinas.